Prefeitura de São José do Rio Preto
Rio Preto confirma 303 casos de dengue em janeiro - Saúde -  - Releases
PROFISSIONAL
Prefeitura de São José do Rio Preto
Rio Preto confirma 303 casos de dengue em janeiro - Saúde -  - Releases
:: ENTRAR
Usuário:

Senha:



Rio Preto confirma 303 casos de dengue em janeiro - Saúde -  - Releases

Rio Preto confirma 303 casos de dengue em janeiro

No total, 1.655 casos foram notificados, dos quais 1.184 estão sendo investigados e 168 foram descartados; número elevado de notificações preocupa





Rio Preto inicia 2019 com a confirmação de 303 casos positivos de dengue no mês de janeiro. Destes, sete são casos com sinais de alarme. No total, 1.655 casos foram notificados, dos quais 1.184 estão sendo investigados e 168 foram descartados. O número elevado de notificações preocupa. “A cada dia que passa a gente se preocupa mais com o número de casos que chega à Secretaria. Podemos dizer que já estamos em surto para o mês de janeiro. Por isso, já desencadeamos o plano de contingência, que será incrementado gradativamente de acordo com o número de casos”, afirmou o Secretário de Saúde, Aldenis Borim.



Fumacê



Uma das ações emergenciais do município para combater o avanço do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya é a aplicação do inseticida “Fumacê”. A ação começou na semana passada, quando a equipe municipal iniciou a aplicação nas áreas críticas de transmissão dessas doenças.



Nesta semana, a ação continua. Hoje, entre 19h30 e 21h30, o fumacê será aplicado nos seguintes bairros: Jardim Alice, Residencial Atlântica, Jardim Gisete, Parque Universo, Residencial ETEMP, Jardim Astúrias, Jardim Vista Bela, Residencial Maria Zorita, Parque Celeste, Jardim Analice, Roseiral, Jardim Estrela, Vila Santa Tereza, Vila Dório, Vila Cristina, Vila Elvira, Jardim das Laranjeiras, Solo Sagrado e Vila Mafalda. Além do fumacê, o trabalho dos agentes comunitários de saúde, com orientação e vistoria das residências é contínuo.



Zika



Outra doença transmitida pelo Aedes aegypti, a Zika não teve casos confirmados em janeiro de 2019. Seis casos estão sendo investigados e 18 já foram descartados. Em 2018, o município confirmou 104 casos da doença. 172 foram descartados e cinco continuam sendo investigados.



Chikungunya



Assim como a Zika, não há casos confirmados de Chikungunya em Rio Preto neste ano. Há três casos em investigação e nove descartados. Em 2018, 12 casos da doença foram confirmados no município e 89 descartados. Dois casos ainda são investigados.



Epizootias



Em janeiro, não houve casos confirmados de febre amarela em macacos. Oito animais foram encontrados mortos, sendo em que em sete está sendo feita a investigação para a ocorrência da doença. Em outro macaco não foi possível coletar a amostra.



Sarampo



Até 31/1, o município não notificou novos casos suspeitos de sarampo. Em 2018, foram 55 notificações das quais 54 foram descartadas para a doença. Um caso ainda está sendo investigado.


  View this article in PDF format Print article

Outras notícias:
Notícia anterior Vigilância Epidemiológica reforça nebulização em diversos bairros Terceira etapa do “fumacê” começa nesta terça-feira Próxima notícia




SECRETARIA DE SAÚDE DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | Av. Romeu Strazzi, 199 - Vila Sinibaldi | Telefone: (17) 3216-9766 | DISQUE SAÚDE: 0800 7717123
Desenvolvido pelo Departamento de Tecnologia e Informação | Envio de sugestões