Prefeitura de São José do Rio Preto
Vigilância Sanitária intensifica fiscalização em peixarias - Saúde -  - Releases
MEDICAMENTOS
Prefeitura de São José do Rio Preto
Vigilância Sanitária intensifica fiscalização em peixarias - Saúde -  - Releases
PROFISSIONAL
Prefeitura de São José do Rio Preto
Vigilância Sanitária intensifica fiscalização em peixarias - Saúde -  - Releases
:: ENTRAR
Usuário:

Senha:



Vigilância Sanitária intensifica fiscalização em peixarias - Saúde -  - Releases

Vigilância Sanitária intensifica fiscalização em peixarias


Fiscais da Vigilância Sanitária, serviço sob responsabilidade da Secretaria de Saúde de São José do Rio Preto, intensificaram a partir desta semana a fiscalização em hipermercados, supermercados e peixarias do município.

O objetivo da ação, batizada de “Operação Semana Santa”, é avaliar a procedência, condições de armazenamento, conservação e temperatura dos pescados comercializados.

A recomendação da Vigilância Sanitária é para que a população somente compre pescados em estabelecimentos que possam comprovar a procedência do pescado, cuja embalagem deve constar registro do produto em órgão de inspeção oficial (SIM, SISP ou SIF), dados do fornecedor e data de validade.

De acordo com o veterinário e fiscal sanitário, Izalco Nuremberg, o consumidor deve estar bem atento ao comprar pescados, já que é um alimento que, se conservado em condições inadequadas de armazenamento, pode se deteriorar rapidamente. “Por exemplo, se o peixe for fresco, as escamas devem estar firmes e resistentes”, afirma.

Outra orientação é adquirir os alimentos refrigerados sempre no final das compras. “Isso garante que eles fiquem o menor tempo possível em temperatura ambiente”, alerta Nuremberg.

DICAS PARA CONSUMO DE PEIXES

Peixe fresco

Deve estar livre de contaminantes: físicos (areia, plásticos e/ou poeira) e biológicos (manchas causadas por fungos ou bactérias e/ou moscas)

- Aparência: escamas bem firmes e resistentes. Devem estar translúcidas (parcialmente transparentes) e brilhantes

Pele: úmida, tensa e bem aderida

Olhos: devem ocupar toda a cavidade, estarem brilhantes e salientes

Membrana que reveste a guelra: consistência rígida e deve oferecer resistência à abertura. A face interna deve estar brilhante e os vasos sanguíneos cheios

Brânquias: devem estar com cor rosada ao vermelho intenso, úmidas e brilhantes

Odor, sabor e cor: característicos da espécie

Conservação: deve ser mantido sob refrigeração ou sobre espessa camada de gelo

Peixe congelado

Conservação: verifique se o produto está armazenado na temperatura de conservação informada pelo fabricante na embalagem. Os produtos não podem estar amolecidos ou com acúmulo de líquidos, sinal de que passaram por um processo de descongelamento. A presença de gelo ou muita água indica que o balcão foi desligado ou teve a temperatura diminuída temporariamente. Deve apresentar no rótulo a denominação de venda, data de validade, país de origem, prazo de validade, selo de inspeção federal e outras informações obrigatórias.

Peixe salgado seco

O produto deve ser armazenado em local limpo, protegido de poeira e insetos. É importante também verificar se não há presença de mofo, ovos ou larvas de moscas, manchas escuras ou avermelhadas, limosidade superficial, amolecimento e odor desagradável, que indicam que o produto não está bom para o consumo.

Fonte – Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde de São José do Rio Preto e Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Andrea Inocente

  View this article in PDF format Print article

Outras notícias:
Notícia anterior Campanha orienta docentes e alunos sobre cuidados com a voz NOTA À IMPRENSA - Descarte de óbito suspeito por dengue hemorrágica Próxima notícia




SECRETARIA DE SAÚDE DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO | Av. Romeu Strazzi, 199 - Vila Sinibaldi | Telefone: (17) 3216-9766 | DISQUE SAÚDE: 0800 7717123
Desenvolvido pelo Departamento de Educação em Saúde | Envio de sugestões